Disfunção erétil medicamentos

Disfunção erétil medicamentos
5 (100%) 1 vote

Quando se trata de disfunção erétil medicamentos pode-se afirmar que tal problema é considerado grave e também essencialmente temido por uma grande parcela dos homens em todo mundo – muitos, apenas em pensar no fato de ter que tomar medicamentos para poder ter um desempenho sexual efetivo, chegam a tremer e até mesmo se desvencilhar do tema!

Porém, esse problema é mais comum e recorrente do que muitos possam imaginar e tende a afetar uma grande parcela da população masculina.

No Brasil, alguns estudos revelam que aproximadamente 25% dos homens são acometidos por tal problema – em geral, ele pode afetar homens que tenham idade superior a 40 anos de idade, mas isso não é uma regra, visto que homens mais jovens também podem vir a apresentar essa condição.

Por mais que a questão seja envolvida por uma ampla gravidade, ainda assim é possível lidar com o problema de forma bastante efetiva em grande parte dos casos.

Impotência masculina remédio natural

Quer mais informações sobre esse tema e até mesmo saber quais os caminhos que podem ser adotados para lidar com ele? Então continue lendo o conteúdo a seguir para se inteirar mais sobre esse aspecto.

Disfunção erétil medicamentos

Disfunção erétil medicamentos – como realmente podem acontecer as ereções?

Em meio aos estímulos sexuais ocorre que o sangue flui para os corpos cavernosos do pênis, o que acarreta uma elevação da compressão das veias dessa região.

Nesse caso, essas veias quando são comprimidas acabam retendo uma quantidade de sangue nos corpos cavernosos, o que permite a manutenção da ereção.

Quando o estimulo sexual chega ao fim ou se é obtido o orgasmo, o corpo cavernoso tende a se esvaziar e nesse caso é finalizada a ereção.

Câncer de próstata sintomas: saiba como identificar a doença

Vale destacar que para que os corpos cavernosos possuam atribuir a quantidade de sangue necessária, é preciso que ocorra uma liberação do óxido nítrico, que nada mais do que uma espécie de neurotransmissor que relaxa os vasos – e é justamente isso que a ajuda a facilitar ainda mais a penetração do sangue e também é a forma de se garantir que de fato a ereção permaneça.

Entendendo como os medicamentos atuam

Agora que você já entendeu melhor como se dá o processo da ereção, poderá entender melhor como os medicamentos de fato podem atuar para combater o problema de disfunção erétil.

Primeiramente você deve saber que a substancia que permite a eliminação do óxido nítrico é chamado de fosfodiesterase tipo 5, também chamado pela comunidade médica de PDE-5.

Nesse caso, os medicamentos que ajudam no combate da disfunção erétil são todas inibidoras desse PDE-5.

Em geral esses medicamentos possuem um em sua composição o sildenafil que ajuda a facilitar que o óxido nítrico já devidamente produzido possa permanecer por um maior período, não influenciando na sua produção, portanto. Em geral, o medicamento pode ser ingerido 2 horas depois da ultima refeição e até uma hora antes da relação sexual!

medicamentos Disfunção erétil

Entre os medicamentos mais receitados para lidar com essa condição está o Viagra (um dos mais famosos), Levitral, Cialis e as Injeções intracavernosas.

Para as injeções os efeitos podem ser sentidos após 20 minutos de sua aplicação e não é necessário que haja estímulos para se obter e ereção.

Logicamente quem poderá indicar qual medicamento ou outro tratamento que poderá ser seguido é o seu médico – jamais tome qualquer medicamento por conta própria, pois poderá ficar exposto a uma série de efeitos colaterais e ainda acarretar outros problemas.

Nesse caso, quando o assunto é disfunção erétil medicamentos não hesite me conversar com um especialista da área da saúde e se permita encontrar a raiz de todo os problemas – certamente os resultados conquistadores poderão valer muito a pena!

Confira aqui mais artigos como esse

Deixe seu Comentário