Sexo depois dos 60 anos

Sexo depois dos 60 anos
5 (100%) 8 votes

Há quem diga que isso é lenda e que certamente não existe mais, e talvez você também faça parte da parcela da população que pensa assim, mas a verdade é que sexo depois dos 60 anos é perfeitamente possível e muito bem-vindo.

Muitos indivíduos e casais acabam deixando de transar quando alcançam a maturidade e isso se deve a uma série de preocupações e de mitos que estão longe de corresponderem à realidade.

Você quer saber mais sobre como funciona o sexo depois dos 60 anos e como você pode seguir tendo prazer nessa fase da vida? Então vem conferir esse artigo, que foi feito sob medida para você!

Sexo depois dos 60 anos

Como é o sexo depois dos 60 anos?

Uma coisa que precisa ser entendida a respeito do sexo depois dos 60 anos é que ele é diferente do que você experimenta na adolescência, na juventude ou quando tem 30, 40 ou 50 anos.

A nossa forma de fazer sexo muda porque tudo muda também: o nosso corpo, a profundidade das nossas relações e claro, as nossas prioridades. Se na juventude broxar é motivo de pânico, vergonha e medo na maturidade isso não apavora ninguém, porque a potência do seu pênis definitivamente não vai ser o mais importante para quem está contigo.

Diabético Pode Usar Estimulante Sexual

Mudanças na frequência e na forma

Algo que também precisa ser compreendido é que você não vai ter o mesmo pique para transar aos 60 que tinha com 20, 30 anos. Não vai conseguir “dar várias” em uma noite só, e está tudo bem com isso.

Se você conta com uma pessoa que te ama ao seu lado e que te quer a tendência é que uma única que vocês façam proporcione muito mais prazer do que as várias que eram possíveis há algumas décadas.

Além disso, também se percebem transformações nas maneiras de transar. O sexo na maturidade costuma ser menos visceral e apressado, para ganhar uma certa calma, que traz mais intensidade ao contato íntimo do casal e claro, acrescenta mais carinho à relação.

Benefícios da Maca Peruana

Mas lembre-se: cada pessoa é única

É claro que estamos falando aqui sobre algo que acontece com a maioria, mas isso não significa que vá ser o seu caso. Talvez você continue tendo a mesma virilidade e consiga transar por muitas horas seguidas, sem problemas. Talvez você simplesmente deixe de se interessar por sexo depois de um certo tempo. Na verdade, há quem não ligue para o assunto mesmo quando é jovem. Isso não é tão incomum assim.

Somos todos únicos e particulares em nossas individualidades, então o mais importante aqui não é ditar regras ou mandamentos para o sexo depois dos 60 anos, mas sim mostrar que ele é perfeitamente viável e eu vai trazer muito mais qualidade e alegria para a sua vida pessoal, e também para a sua vida a dois, é claro!

Sexo depois dos 60 anos

A química pode ajudar

Se você enquanto homem tem medo de broxar durante o sexo uma opção é apostar no uso de medicamentos, que ajudam a segurar a ereção e mantê-la por mais tempo. Com o advento do famoso Viagra e outros substitutos dele mais naturais as relações na terceira idade melhoraram muito.

7 curiosidades sobre o orgasmo masculino

Outro problema enfrentado nessa fase da vida é o ressecamento vaginal, mas ele pode ser contornado com reposição hormonal e com lubrificantes, que vão tornar a relação sexual para ambos muito mais prazerosa.

Como você pode ver o sexo depois dos 60 anos não precisa ser tabu e não deve deixar de ser feito jamais! Sendo assim, converse com quem está do seu lado e busque manter a chama acesa, porque isso traz alegria para o casal e para a vida!

Confira aqui mais artigos como esse

Deixe seu Comentário